AgendasDicas

10 DICAS DE COMO FAZER O MELHOR USO DA SUA AGENDA E APROVEITAR MAIS AS FÉRIAS E A VIDA

As férias de julho estão próximas e muita gente já “se organiza” para viajar e realizar as diversas atividades que ficaram para trás durante o semestre, quando foram praticamente engolidas pela rotina do dia a dia. Várias pessoas aproveitam as férias escolares para programarem suas viagens mais longas com toda a família, acreditando que o tempo irá esticar e vai dar também para botar o seriado favorito em dia, pegar aquele cineminha e se divertir muito. De preferência, sem estresse!

De quebra, o que a gente quer é voltar das férias e já ter o próximo semestre organizadinho. Para engrenar o ano e começar a dieta regrada, aquele curso que quer fazer ainda esse ano e não perder a aula que tanto gosta da academia. 

Claro que isso é possível e é o que todo mundo deseja: aproveitar mais as férias e a vida, em geral. Mas quando dizemos que muita gente “se organiza” para viajar e realizar muitas atividades, na realidade queremos dizer que a maioria “pretende” viajar. Talvez já tenha pago por algum destino e pensa em fazer algo. Mas se organizar pra isso e  planejar requer certa pesquisa e envolve anotação.

ANOTAÇÕES AJUDAM A MEMORIZAR E SELECIONAR INFORMAÇÕES

Você sabia que o cérebro fixa mais as informações quando você anota as informações e isso aumenta a sua produtividade? Isso mesmo: as anotações são importantes para pôr a vida em ordem, porque elas ajudam a organizar a nossa mente.

Um estudo americano publicado na revista Psychological Science indicou que tomar notas no papel é melhor para a memorização de conceitos do que digitar. O levantamento comprovou, também, que os alunos que digitaram suas anotações escreveram mais palavras, no exame, do que os que usaram a caneta, mas que as respostas tinham menos profundidade e conteúdo.

Uma explicação possível, segundo os pesquisadores, é de que pessoas que anotam à mão prestam mais atenção às informações e selecionam o que será passado para o papel, enquanto as que usam o computador anotam mais literalmente, sem se ater aos principais tópicos. Portanto, processar o conteúdo e fazer a anotação usando as próprias palavras é essencial para fixar bem o assunto.

TUDO COMEÇA COM O USO DA AGENDA

Se você entende que isso pode ser importante para você e não sabe por onde começar, já que nem teve tempo de pensar nas suas férias direito, a primeira dica de ouro é: pegue a sua agenda e faça o melhor uso dela!  A agenda ou planner pode ser o melhor aliado nessa hora. Para ajudar você a se organizar e planejar de um jeito viável tudo o que quer fazer, sem se frustrar e nem atropelar o próximo semestre, preparamos 10 dicas de como fazer o melhor uso da sua agenda e, assim, aproveitar mais a sua vida:

  1. Criar o hábito do uso da agenda: tem gente que diz, “eu não uso agenda” ou “eu anoto, mas esqueço de olhar na agenda”, só que vive esquecendo compromissos e se enrolando na vida. Gente!!! Não é mais fácil ter tudo anotado em um só lugar e praticar olhar todos os dias? Igual a uma planilha de excel, super bonita e funcional, mas que não é atualizada. Não adianta!

  2. Escolher a agenda que funciona para você: para funcionar é preciso atender ao seu jeito de ser, pensar e anotar. Isso pode mudar com o decorrer do tempo e você perceber que uma agendinha de mão ou planner com calendário bastam. Há quem prefira uma agenda gigante de mesa, com espaço para anotações de hora em hora. O importante é começar e testar!

  3. Manter espaço para lembretes e metas: se fazer anotações pode aumentar a produtividade e até aliviar o estresse, é recomendável que haja no seu planejador, espaço para lembretes gerais, lista de afazeres para o dia e semana e metas com datas. Aniversários e eventos importantes também podem entrar aqui antes de irem para a agenda diária. Esse tipo de anotação não deve estar ocupando espaço do seu dia a dia, mas serve para ajudá-lo a se organizar quando for fazer a agenda da semana e do mês. Escrever ajuda a reduzir os pensamentos desordenados e é uma ótima maneira de eliminar as distrações para se concentrar na tarefa que você tem em mãos. Por isso, vale um bloquinho também na cabeceira da cama. Pensou antes de dormir, anotou e esqueceu.

  4. Prever que muito tempo livre pode se perder: nas férias ou dias de folga, como os fins de semana, quando parece haver muito tempo livre, tenha cuidado. Pode acontecer de você não anotar nada e achar que pode fazer tudo, acabando por não fazer nada. Se a ideia não for essa, anote as prioridades de ações e períodos de horários. É possível fazer lembretes de maneira light, mas funcional, como “ir à casa de uma amiga no período da tarde”. Isso pode deixá-lo mais satisfeito e com uma sensação feliz.

  5. Criar lista de afazeres e anotar tudo o que puder: essa dica não vale para todos, mas é fundamental para aqueles que querem se habituar com o uso da agenda, em substituição aos papeizinhos que se perdem. Com o uso de um calendário organizado e amplo, comece pelas datas e prioridades de ações no mês, depois passe para a semana e depois dias. A criação de uma lista de tarefas facilita muito, porque organiza as ideias. Com o tempo, as listas podem diminuir e ficar somente o que é prioridade, mas no início tudo é importante, desde o “dar banho no cão” até “cortar as unhas”. Tudo requer tempo e se organizar é saber qual o tempo que você realmente dispõe.

  6. Considerar o tempo real das coisas: anotar todos os lugares que quer ir e atividades que quer praticar, com horário e tempo real, sem avolumar muitas ações num tempo impossível de cumprir. Isso só gera problemas de agenda, com outras pessoas, além de desgaste de energia, gerando cansaço físico e mental.

  7. Levar em conta possíveis imprevistos: eles sempre podem acontecer, por isso é recomendável que as suas anotações sejam feitas considerando um tempo maior para as atividades, levando em conta o tempo no trânsito, para as refeições e outras necessidades, como abastecer o veículo.

  8. Remanejar as atividades: quando perceber que a ida ao contador, fazer unha e buscar o filho na escola será impossível naquelas 3 horas que separou, melhor remanejar antes. Verifique qual delas é mais importante naquele dia, quais as possibilidades de mudança, risque e refaça. Isso faz com que você aprenda a medir e avaliar melhor o tempo das coisas e não se frustrar com excesso de atividades.

  9. Setorizar os afazeres: se for mais fácil para você, separe as atividades pessoais e da casa, incluindo lazer e estudo, com as profissionais. Para algumas pessoas, funciona melhor colocá-las juntas, mas tudo depende de como vê as prioridades em sua vida e quais delas serão substituídas logo após o primeiro imprevisto.

  10. Montar a sua agenda na semana anterior: essa última dica é especial, porque funciona para a maioria das pessoas, independente da profissão, afazeres e imprevistos. Porque quando há reuniões importantes, eventos, cursos, aniversários e viagens, mesmo que de trabalho, geralmente se sabe uma semana antes. Por exemplo: você pode ir anotando provisoriamente e rever toda a agenda na sexta-feira à noite. Lá você considera o que quer e precisa fazer no fim de semana e planeja a próxima, começando a segunda-feira focado e tendo a impressão de que sua vida não é feita somente de imprevistos, urgências e emergências.

Lembre-se que o controle da sua vida deve ser seu. Começar pelo jeito como usa o seu tempo pode ser uma ótima escolha. Boas escolhas e sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Abrir chat
Vamos conversar?
Powered by